EXTRAVAGÂNCIAS
Museu Oscar Niemeyer | CURITIBA | BRASIL
23/11/2023 > 05/05/2023

«MON realiza a maior exposição individual de Joana Vasconcelos no Brasil. A partir do dia 23 de novembro, o Museu Oscar Niemeyer levará o seu público a uma imersão no mundo mágico da portuguesa Joana Vasconcelos. “Extravagâncias” é a maior exposição individual da artista no Brasil e uma das mais grandiosas já realizadas pelo MON.

“Olho, rampa, espaços Araucária e andares da torre foram ocupados pelo colorido e pela criatividade dessa artista que vive e trabalha em Lisboa, mas cuja arte transborda os limites de Portugal e da Europa e fascina o público de vários continentes”, explica a diretora-presidente do Museu, Juliana Vosnika. “Instalações e esculturas monumentais extrapolam o espaço e invadem o MON, convidando o visitante a mergulhar num universo jamais criado no Museu”.

Sua “Valquíria Miss Dior”, obra internacionalmente famosa, é a atração do mais nobre espaço expositivo do museu. Com estratosféricas dimensões (aproximadamente 7 metros de altura e mais de 20 metros de comprimento), a incrível obra mistura crochê de lã feito à mão, tecidos e poliéster, suspensa em cabos de aço, numa peça única. “Outro destaque é a ‘Valquíria Matarazzo’, que recepciona o público instalada sobre a rampa principal de acesso ao Museu, na entrada de visitantes, local nunca antes utilizado como espaço expositivo”, conta Juliana.

Já a artista plástica Joana Vasconcelos declara: «estou muito feliz por voltar ao Brasil e poder reunir a minha última Valquíria (Miss Dior) com a que criei para o Matarazzo em 2014, num diálogo muito interessante não só entre as duas obras mas também com a arquitetura do museu. Concebi ainda, especialmente para o MON e pela primeira vez na minha carreira, uma mostra de maquetes que vai permitir explorar a ligação da obra de arte com o espaço e a arquitetura, uma ideia que surgiu a partir do privilégio que é expor no “Olho do Niemeyer”».

Curadoria –

O curador da mostra, o francês Marc Pottier, afirma que “Extravagâncias”, de Joana Vasconcelos, transcende o barroco e o kitsch. “Depois do Guggenheim de Bilbao, do Chateau de Versailles, do Palazzo Grassi de Veneza”, a artista apresenta a sua primeira exposição museológica no Brasil”, informa. Ele explica que a gigantesca instalação "Valquíria Miss Dior" foi criada neste ano pela artista para o desfile da Dior em Paris e atualmente figura nas vitrines da marca em vários locais do planeta. “É uma obra que desafia todas as tendências artísticas e quebra a monotonia de uma estética”, diz o curador.

“A seleção de modelos dos seus principais projetos site-specific realizados em todo o mundo permite-nos captar a amplitude de uma personalidade extraordinária que parece ter o céu como limite”, comenta. Além do Olho e da rampa do Museu, o trabalho da artista ocupa os andares da torre e espaços Araucária, onde o público poderá ver obras como “Pantelmina”, “Big Booby”, maquetes dos icônicos Solitário, “Castiçais”, Gateway”, “Bolo de Noiva”, “Máscara” e “Sapato”, além de diversos painéis.

SOBRE O MON

O Museu Oscar Niemeyer (MON) é patrimônio estatal vinculado à Secretaria de Estado da Cultura. A instituição abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além de grandiosas coleções asiática e africana. No total, o acervo conta com aproximadamente 14 mil obras de arte, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.»

“Extravagâncias”, de Joana Vasconcelos
Abertura: 23 de novembro de 2023, às 19h00
Até maio de 2024

Muitos superlativos vêm à mente quando olhamos para a obra de Joana Vasconcelos: inclassificável, “à parte”, exuberância imprevisível, transgressão, excesso… Seu trabalho explode em ideias e energia, numa obra que se desvia de qualquer caminho estabelecido. A tradição popular e a arte contemporânea se casam de forma aventureira para inventar novas formas. Na verdade, Joana questiona o que pode ser o artesanato no século XXI. Ela subjuga o banal e integra objetos do cotidiano com uma ironia que lhe é única, criando uma ligação entre o ambiente doméstico e o espaço público. Ela questiona incansavelmente o lugar da mulher no mundo, mas também o da identidade coletiva, sem esquecer uma ironia mordaz sobre uma sociedade onde o consumo não conhece limites. As suas deslumbrantes “Valquírias” homenageiam grandes mulheres contemporâneas das diferentes culturas locais dos países onde expõe, ao mesmo tempo que dão uma ideia da sua paleta extravagante.
Marc Pottier
EXTRAVAGÂNCIASEXTRAVAGÂNCIAS
© Lionel Balteiro
EXTRAVAGÂNCIASEXTRAVAGÂNCIAS
© Lionel Balteiro
EXTRAVAGÂNCIASEXTRAVAGÂNCIAS
© Lionel Balteiro
EXTRAVAGÂNCIASEXTRAVAGÂNCIAS
© Lionel Balteiro
Na Imprensa
SINGULARS L'art de vivre
TOPVIEW
EXAME
Público
CARAS
VOGUE
RTP
VALOR ECONÔMICO
O GLOBO
ARTE AL DIA
VALE DO SOL